Confissões [8]

Enfim, amiga… Eu sinceramente não sei de mim! Reconheço na minha pessoa um ser duplo, triplo, múltiplo, pois que ao mesmo tempo que juramento a mim mesmo que te respeito, eu te traio em pensamento por uma pele macia, por um olhar penetrante, por um sorriso meticuloso. Como pode isso? Realmente eu não sei… Saia […]

Confissões [7]

Por favor, minha amiga; reconsidere meu pedido: sofro incessantemente no recôndito do meu aconchego a hostilidade do desentendimento e da Discórdia, filha da Noite funesta. Quem me deveria ser exemplo não faz mais que decepcionar, diante de tanta briga e confusão, diante de tanto ego ferido querendo se sobrepor e diante de tanta fútil necessidade […]

Momento Poesia

Verdade (Dolorosa) E de que adianta, propor um novo contento, se neste meu intento feridas obstinadamente construir? E de que adianta, nessa angústia em passada, o tardar duma nova alvorada seu beijo desejar e nunca possuir? E de que adianta, nesse tormento irascível o afligir-se insensível pousar nessa bela amizade? E de que adianta? Num […]

Momento Poesia

Divisões Não me enxergo mais:Sim! Estou me vendocindido em dois materiaisoscilando ao som do vento. Tormento? Qual? Imagina,sou forte…Ai de minha sorte,a morte que se aproxima! Em cima? Sempre no topo,meu escopo?Subterrâneo no mundo,Estou por baixo, o fundo do fundo. Amor?Não há mais,espero que encontre neste momentooutros melhores jograis. Ais… Ais…Doem para sempre,nunca! Jamais!  Cranberries: […]

Perfeito, Apesar dos Outros

Você acha sua vida complicada? Pois saiba que há vivências mais complexas que a sua (ou não; os fatos relatados aqui não possuem vínculo algum com pessoas reais. Caso haja, trata-se de mera coincidência). Margareth morava num bairro mediano de Nova Amplitude. Necessitando auxiliar seus pais que contraíram, um deles um tumor no intestino e […]