Ignição

De raspante, início de combustão, o peso do ar em flamas conduzindo o vórtice do consumo exacerbado em calor, ar e matéria num fogo fátuo, invisível previsível nos seus portentos Queima e junto com essa finitude esparsa meu doentio flagelo que tanto me conduz ao declínio que me consome numa sarça ardente incombustível e perene […]

Poesia para os tempos de conflito

Humaneco Para todos os homo sapiens (?) que forem convenientes a isso… O humaneco era apenas um animal que gritava, berrava e esbofeteava para intimidar seu semelhante, e descobriu o fogo O humaneco com o fogo, descobriu que podia aquecer a água que toma e destruir a casa de seu semelhante, e descobriu a forja […]