Interludio

Não importa se o mundo, lá fora, caia

cai e se ergue, não adianta se esquivar de tal alvissareira,

Os melhores permanecerão,

E os piores fenecerão,

Simples assim… Terrível mas.

Eis que diante da grandilescência, retrato e confesso:

Sumo e sigo fora

Me enterre ó breve omniscencia.

Publicado por Potingatu

Bacharel e Licenciado em Língua Portuguesa (2010-7), FFLCH / FEUSP. Aspirante-a-mestre-acadêmico não-qualificado em Filología e Estudos do Discurso em L. P. (idem, 2017-8). Pesquisador juramentado diante do MCTI de Marcos Pontes e com préstimos ao 🇧🇷. Sigamos!

%d blogueiros gostam disto: