Minas revolucionárias

Email A Drummond,
in memorian


É a hora do Quinto Império
e das promessas de Vieira.

O dia está conjurado:
a praça de guerra foi montada
e terá cinco mil pedras no caminho.

… problemas para o Exército da Libertação…

Todo o sangue da terra abençoada
invocará a benigna justiça,
a História devidamente reparada
e o verídico futuro da nação!

Visionário,
o surgido das terras do minério
não fora, enfim, um bobo
ao recusar a Máquina do Mundo:
bem Lilith Gott, a inestimável
confrange em meus ouvidos
que agora é nossa vez!

Não mais a bola oca na rede…
Cinco estrelas, tudo antes. Depois o ludopédio.
Não mais a conivência dos ratos de planalto
vendendo nosso patrimônio imaterial.

A joia do Brasil será recuperada!

Eu, humilde servidor,
Sinto e asseguro…

Recuperaremos mais do que perdemos pro velho continente, sobretudo,
o cabal assalto da potência neutra.

A única bola a girar, agora,
será a da Tétis em nossas almas,
e no verdume do rico chão
renascerá
a Rosa do Povo
no centro do campo
que será plantada
após o caminho das cinco mil pedras
que estarão no Grande Vaso!


Tenho dito!!!
(manhã de hoje)

Publicado por Potingatu

Bacharel e Licenciado em Língua Portuguesa (2010-7), FFLCH / FEUSP. Aspirante-a-mestre-acadêmico não-qualificado em Filología e Estudos do Discurso em L. P. (idem, 2017-8). Pesquisador juramentado diante do MCTI de Marcos Pontes e com préstimos ao 🇧🇷. Sigamos!

%d blogueiros gostam disto: