Radar Musical: Sessenta e Quatro

Pearl Jam

Vs.

[Epic / Sony BMG, estúdio]


Lembranças um pouco mais definidas vêm a seguir, noutra daquelas aquisições pechinchas, que realizei em tempos em que estava envolvido em leituras de vampiros – fato mais notável à época, e não por extremo voluntarismo, mas apenas sugestionado para tal – imagens que me vêm à época são os inícios de tarde que empreendia então na USP, os mais tardares em Osasco, sempre espreitando por algum consumisminho a ser feito, sobretudo na tríade CD – DVD – Livros. Aqui não foi diferente.

Numa época em que voltar pra casa sempre pedia um pão de queijo num shopping e um retorno no início de noite, sempre com música no carro e livro na mão para leitura – é bem de se notar que as leituras de curso não afetavam em nada as livres, misteriosamente não sabia dizer como, – me veio este, o qual fiz audição em carro, como de costume à época com quase todos os que assim foram. E pensar na banda que me consagrou nesse grande estilo é rememorar passados felizes, dinâmicos, e por vezes bizarros, que mais um álbum dessa banda – então grungeira – não poderia passar batida.

Pois bem, de comentários extras, posso me referir às capas e encartes sempre dignos que encontramos em obra – o famoso olho de peixe que aparece em alguma arte – e os vários arranjos dos líricos que encontramos neste.


Setlist

  1. Go: uma tendência ao hard se observa, mas que, pela época, não deixa de perder o teor punk de cadência rápida… Em suma, o grunge em boa forma. E, claro, Eddie Vedder…
  2. Animal: não ligue tanto para o cantado… perceba melhor a desenvoltura instrumental por aqui.
  3. Daughter: o sucesso radiofônico – e acusticizado – que faz com que não nos sintamos em estranhamento com todo o trabalho aqui desenvolvido. Mas, não nos esqueçamos, temos nossos quinhões de riffs nos entremeios.
  4. Glorified G: A arte do encarte esconde uma letras cheia de potência, bem encaixada nos devidos lugares em sua disposição do álbum. O instrumental também não deixa a desejar, e mantém a cadência do álbum lá em cima com bastante propriedade.
  5. Faixa de destaque Dissident: o semi-hit radiofônico e as boas lembranças de Even Flow, Black, Better Man e I Am Mine [anacrônicas], por todo o feelin’ ainda em vigor de Vedder nesta sublime canção. Nota para o esboço em encarte, como uma letra composta em processo-moto-contínuo na guitarra e no lápis. 
  6. W.M.A.: batidas tribais – baixo marcante – canção-ritual – uma quase-jam de um teor bastante complexo, com singelos riscos de se derrapar.
  7. Blood: o tapa-na-cara com toada punk do álbum. Simplesmente pesada , a ponto de deixar a garganta de Vedder em pinel – coisa que hoje não seria mais possível.
  8. Rearviewmirror: a cirandeira-melodiosa do álbum, dosadamente – e marcadamente – gostosa de ouvir…
  9. Rats: a leve sacada blues do álbum com um vocal absolutamente repugnante – como o título da canção.
  10. Elderly Woman Behind the Counter in a Small Town: ah… A legitimamente acústica na sua linha principal… Faltava algo assim para consagrar um álbum que corre gostoso de se ouvir…
  11. Leash: as distorções e os riffs de guitarras emplacam mais uma fase do álbum, revigorada com um quebra-gelo, mas que começa a pecar por algum ineditismo em falta. 
  12. Indifference: uma levada dark nos lyrics nos dá um singelo e devidamente interessante fim de álbum… A pegada dos teclados, a atmosfera elegíaca, o clássico feelin’ vedderiano…

Dotado de tensão?

O álbum sabe muito bem explorar as nuances do grunge. Mesmo não contando com uma boa distribuição dos hits radiofônicos, sabe manter com plenitude o álbum. No entanto, não sei se é estado de espírito, mas ainda não posso declará-lo como O Álbum daqueles…

EstrelaEstrelaEstrelaEstrela e 1/2


Ouvindo... Pearl Jam: Blood

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s