Donzelisflêurica

à MGRC… dumas notas que perdi


Sentado à janela
de Guaratinguetá
vi uma flor bela
e me lembrei de Paquetá
lembrei do nome dela
e me vi mais que angá

Gabriela, flor e canela
já dizia o meu Amado

Bárbara, bela
sempre me deu caldo de maracujá
como pode percebê-la
mais docinha que o cajá
e presente nesta querela
de Indaiê ou Indajá?

Gabriela, flor e cravo
já dizia o meu Amado

E pensei, noutros nomes mais bonitos
mais nenhum me veio em desvelo
outros rostos mais queridos
mas em nenhum mais eu me congelo
penso em você, querida de cachitos
e de portes mais belos

já dizia o meu Jorge
e a resposta, meu Amado,
Gabriela, cravo e canela.

(outro poema em melhor sentimento
deveria estar aqui
mas de bonito fosse
melhor mesmo se extinguir)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s