Donzelisflêurica

à MGRC… dumas notas que perdi Sentado à janela de Guaratinguetá vi uma flor bela e me lembrei de Paquetá lembrei do nome dela e me vi mais que angá Gabriela, flor e canela já dizia o meu Amado Bárbara, bela sempre me deu caldo de maracujá como pode percebê-la mais docinha que o cajáContinuar lendo “Donzelisflêurica”

Publicidade

Radar Musical: Sessenta e Quatro

Pearl Jam Vs. [Epic / Sony BMG, estúdio] Lembranças um pouco mais definidas vêm a seguir, noutra daquelas aquisições pechinchas, que realizei em tempos em que estava envolvido em leituras de vampiros – fato mais notável à época, e não por extremo voluntarismo, mas apenas sugestionado para tal – imagens que me vêm à épocaContinuar lendo “Radar Musical: Sessenta e Quatro”

(o que um instante faria)

ou apenas uma fração do implacável tempo No Terra-Preta caminho… um segundo Presença imediata descartafazeja-temporal um segundo pode virar um poema? Rolling to the ears depois… Os Silvaéreos um segundo passa depois do outro Imediato meu caminho encontra o teu sulista veridiana do segundo vida hard-rock Tão certo quanto o tuíte que cuidava era deContinuar lendo “(o que um instante faria)”

Radar Musical: Sessenta e Três

Bruce Springsteen Born in the U.S.A. [Columbia, Sony BMG; estúdio] Conjuntamente com a aquisição do SSs, teve também esta, fruto das boas épocas em que atualmente vivo em São Paulo. Em meio a uma imersão musical tremendamente gigantesca nos últimos tempos, diga-se de passagem que este álbum andou passando um pouco batido, embora o intérpreteContinuar lendo “Radar Musical: Sessenta e Três”