Derradeiras Epifanias (Finitudes e Iniciativas)

Que ventura, se presente ao ambiente,
nesse desvario inconcluso alicerçado,
no conhecer-se como ser vivente
na tecnológica proteção sendo ameaçado

Penso, logo existo, não responde tantas perguntas
quanto o motor imóvel aristotélico,
a linguagem não-verbal apresenta nas nuances
as curvas longuilíneas e amorfas
dessa Pandora descendente
que persuade minha harmonia.

Harmonia? Sim, ela existe, mas diferente
da apolínea ordem lógica, se manifesta
nos Caóticos matizes de cores esvoaçantes
que perpetram seu fluxidio vórtice de profusão

Perfaz, solicitude, sua veracitude perpétua,
projeto em construção incessante,
desde aqui, agora e em diante
nas curvas dos velhos hábitos aqui dispostos
apostos novos regimentos de ígnea proporção
da sinceridade premente e solícita

Epifania? Te abraço com carinho,
se sempre de mim fizer uma pessoa melhor!

Sempre e sempre!


Ouvindo... Eagles: Those Shoes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s