Radar Musical: Cinquenta e Nove

Oasis

The Masterplan

[Estúdio (lados B), Sony BMG / Helter Skelter]


Encorajado pelo álbum anterior, como já dito, passei a correr atrás dos que faltavam. Me vêm à lembrança que tanto este quanto o anterior vieram simultaneamente. A primeira audição deste seguiu o mesmo velho esquema de antigamente. Um aparelho de áudio comum… Sem distrações! Apenas a estrada com meu pai e as músicas do Oasis. Por uma questão de ordem de audição – este já pelo fim da viagem – este passa a ser considerado o segundo da lista, numa recorde compra de três, do qual o próximo rende outra história.

Não sendo caracterizado tal como os anteriores como de estúdio numa mesma sessão de gravação por determinado tempo, este compõe-se de lados-B presentes nos singles dos anos anteriores ao álbum anteriormente resenhado. [Para fins de avaliação, será considerado sem nenhuma adição ou subtração de conceito final, por questões de sequencialidade da obra ou presença de feelin’ dos fãs]. Explica, ainda por cima, duas faixas soltas inominadas do álbum já resenhado, e ainda tem direito a um cover dos Beatles. Simplesmente, o confessionário das influências da banda. Sem mais devaneios, veremos o que há do outro lado desta banda ilustre dos memoráveis – para mim – noventa.

Setlist

  1. Acquiesce: tapes rasgados, muita experimentação, e vocais contrastantes;
  2. Underneath the Sky: a boa dose guitarra + violão, o contraste suave proporcionado e uma alegria típica de Oasis;
  3. Talk Tonight: nem mesmo numa coletânea de lados-B me livro dessas acústicas… Tão belas!…
  4. Going Nowhere: a baladinha básica, pontuadas de ooohs e melodias boas para uma tarde ensolarada de domingo;
  5. Fade Away: uma quebra na vibe, trazendo algo mais enérgico, cheio de saúde, até dançante, se arriscar;
  6. Faixa de destaque The Swamp Song: algo ao vivo, pra começar… Que exige um volume bem alto, e traz à tona enfim o caráter de banda pesada que algum dia o Oasis poderia investir. Ah… Pros desavisados, está aqui aqueles dois anexos soltos e inominados em … Morning Glory?;
  7. I Am The Walrus [Live]: o desvario ao vivo, muita distorção e algo que realmente traz um detalhe Beatles aos vocais;
  8. Listen Up: com certeza, dos tempos de Definitely Maybe… ecos vocálicos, guitarras “espaciais”… E uma microssuíte melódica;
  9. Rockin’ Chair: nova baladinha, pontuada, exigente, melodramática por exagero… Mas toca nosso âmago passional;
  10. Half the World Away: ainda na linha das toadas – e mais uma vez, destaque ao violão – e dos teclados ambientados, um jogo-de-sons interessante de se ouvir;
  11. (It’s Good) To Be Free: um meio-termo entre o Oasis suave e o Oasis “cru”, com nuances expressivas e representativas de seu tempo… Ah, e não esqueçamos do realejo;
  12. Stay Young: uma alegre música-cirandeira, que parece não se sustentar sem os efeitos sonoros pontuados;
  13. Headshrinker: uma pegada forte, enfim, pra animar a pista – mas não parece haver muita quebra de expectativa – uma música para os neutros momentos, onde nem o amor nem o ódio dominam tuas emoções;
  14. The Masterplan: e, pra fechar o disco, algo mais na linha de Champagne Supernova, orquestrações divinas, violão – sempre! – e uma velha canção-expurga-males de arrebatar. Digno!

E o outro lado…

Apesar de ter sido escolhido por fãs mais versados, possui seus altos e baixos, e embora este não seja um simples ouvinte de Oasis, confessa que o conjunto não costuma ser muito atrativo, desgastando-se pelo pouco mais de hora que possui. Mas, há momentos-chave que seguram a peteca, então…

EstrelaEstrelaEstrelaEstrela


Curiosamente, o shuffle me dá uma de minhas jams preferidas:

Ouvindo... Oasis: The Swamp Song

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s