Momento Poesia

AUTO- Colossal combustão, inimaginável a matéria em ínfima posição sobrepujou a anti-matéria. Inflação, imensurável corpos ardentes e as várias máscaras se formando. Solidificação, inefável, há muito chão pra se pisar, mas quase nenhum agradável. Eis, ali, um ponto! coisa estranha: um não-ácido, não-base e ali surge uma anomalia mutante matéria que tem ânimo inconstante. Cresceu!Continuar lendo “Momento Poesia”

Momento Poesia

Divisões Não me enxergo mais:Sim! Estou me vendocindido em dois materiaisoscilando ao som do vento. Tormento? Qual? Imagina,sou forte…Ai de minha sorte,a morte que se aproxima! Em cima? Sempre no topo,meu escopo?Subterrâneo no mundo,Estou por baixo, o fundo do fundo. Amor?Não há mais,espero que encontre neste momentooutros melhores jograis. Ais… Ais…Doem para sempre,nunca! Jamais!  Cranberries:Continuar lendo “Momento Poesia”

Voltando à USPianeia…

Caros colegas, leitores da epopeia, Obrigado pelas já 100 leituras dos trechos do primeiro ano, através do Scribd! Mais uma vez, venho fazer presença diante de vocês para contar as últimas da minha epopeia. E também tirar um pouco da poeira daqui. No momento, estou pausado, é verdade: faz semana que não manuseio a composição.Continuar lendo “Voltando à USPianeia…”

Radar Musical: Cinquenta e Quatro

Wilco (The Album) (Nonesuch, estúdio) A aquisição deste álbum reflete um evento em minha vida que sequer imaginaria há poucos anos: idas constantes à Paulista. Um pouco após meu retorno do litoral, eu me deparei passando em lojas de livraria e CDs e este álbum me chamou a atenção. Não sei se foi amor àContinuar lendo “Radar Musical: Cinquenta e Quatro”

Algo Pessoal

Uma simples digressão sobre os últimos tempos Uma análise pessoal sobre a ótica de uma realidade com gosto e odor peculiares. “Depois da tempestade, vem a bonança”, diz o velho jargão popular. E sem pieguices. Isso realmente funciona. Estive em presença duma pessoa muito especial para mim ontem, no caminho à Paulista. Ônibus é sempreContinuar lendo “Algo Pessoal”

Cartas Osasquenses

Confessionário Os fatos e pessoas aqui descritos são ficcionais, e os endereços escolhidos ao acaso. Osasco, 26 de junho de 2002 Remetente: Av. Marechal João Batista Mascarenhas de Moraes, xxSão Pedro, Osasco – SP Destinatário: Rua dos Maracolis, xxxColinas de IbiúnaIbiúna – SP Caro colega Marcelino Giovanni, Como tem passado? Espero que esteja bem emContinuar lendo “Cartas Osasquenses”

Perfeito, Apesar dos Outros

Você acha sua vida complicada? Pois saiba que há vivências mais complexas que a sua (ou não; os fatos relatados aqui não possuem vínculo algum com pessoas reais. Caso haja, trata-se de mera coincidência). Margareth morava num bairro mediano de Nova Amplitude. Necessitando auxiliar seus pais que contraíram, um deles um tumor no intestino eContinuar lendo “Perfeito, Apesar dos Outros”