Elopeia (vv. 50-66)

Mas o belo convívio nós, desperto, subentende
algo mais ou menos acima da amizade? Que é isso, gente…
Nada se mostra por mais que inocente acompanhar
essa brisa da terra, neste vento do mar
o momento de cultivar amizade vivida.
De posse pela intimidade consolidada agora
brinca comigo, a esta relação, patamar
novo se revela, pouco antes mostra traços que vigora
irmandade persevera, concilia a vibrar,
contendas amistosas começam a florear em nós
insistis nas brincadeiras, tendes a comprar
histórias divinas certeiras, por fim posso revelar
quão essencial tem sido, igual e após.

Entre em nossa turma: seja muito bem vinda
não há qualquer coisa que venha nos incomodar.
Jamais ache-se deslocada, tampouco fique deprimida
em todo momento estaremos dispostos a ajudar!


Ouvindo... Uriah Heep: Gypsy

Publicado por Potingatu

Bacharel e Licenciado em Língua Portuguesa (2010-7), FFLCH / FEUSP. Aspirante-a-mestre-acadêmico não-qualificado em Filología e Estudos do Discurso em L. P. (idem, 2017-8). Pesquisador juramentado diante do MCTI de Marcos Pontes e com préstimos ao 🇧🇷. Sigamos!

%d blogueiros gostam disto: