O #Fiasco 6

Panorama Geral Eleitoreiro

Meu desabafo após um resultado parcial certo para a continuidade petista não muda…


Pronto… Passaram as eleições?

Acho que já podemos falar com alguma propriedade, não é?

Teremos uma presidência ocupada por uma mulher… Só mudou o sexo. E nada há de novo sob o sol.

A maioria brasileira quer um projeto de governo nos atuais eixos… Mas quem garante que esses tais eixos podem ser mantidos por uma candidata eleita sugeridamente pelo Presidente que testemunhalmente possui a maior aprovação da história?

Não podemos nos esquecer que Dilma é Dilma e Lula é Lula, e mesmo que Serra fosse o escolhido, Serra é Serra. Não há santos, demônios, justiceiros ou bandoleiros aqui. Nem Deus encarnou-se na Terra sob a forma de um político. Há pessoas disputando um cargo. E só.

Importa a mim como o projeto nacional de Educação vai ser conduzido daqui pra frente. E quem quer que fosse dos presentes neste segundo turno, não é um projeto de Educação que visa a formação do cidadão comum como cidadão. A situação precisa prover meios para agregar trabalhadores no Pré-Sal. A oposição precisava agregar mão-de-obra técnica para diversas empresas particulares.

Educação Básica e o Ensino Superior vão entrar num impasse. Não haverá estatização das particulares. Um projeto amorfo para as federais; outro pras nossas estaduais paulistas (não nos esqueçamos que garantimos a hegemonia tucana por mais quatro anos).

Educação Básica… Ih… Posso falar? Sério? Trabalhei em escola municipal… Haviam pais de alunos que se preocupavam com a presença do filho na escola – e não com o seu aprendizado real (não falo de decorar fatos e fórmulas, mas sim de instrumentalização para trabalhar com esse mundo aí fora).

Essa falsa contrapartida da Bolsa Família não engana muita gente mais…

Mas como bom USPiano e paulista, posso dizer de certas obscuridades providenciais com nossas Superiores Públicas Estaduais. Enxugamento de disciplinas em favor de uma maior funcionalidade? Ora, e onde está a academia nesse ínterim?

Não me critiquem quando vermos que precisaremos importar pesquisadores do exterior para agregar tecnologia daqui a alguns anos. E, principalmente, um norte filosófico nas nossas ciências humanas que vá além da ótica educacional de Paulo Freire (que é importante por sinal, mas também precisamos de nortes filosóficos em outras áreas do nosso existir como brasileiros).

E, por fim, confirmo muito deste meu desabafo, com o videocast que publiquei hoje de manhã, antes do meu voto. Aos curiosos de plantão, fica apenas as especulações sobre quem votei ou deixei de votar. Faço minhas as palavras de Marina Silva, que se muniu do direito constitucional do segredo do voto – essa sim, confesso, digna de promover uma terceira alternativa governamental num futuro próximo.

Não desejo nada à atual presidente. Desejo sorte aos brasileiros e ao Brasil. E tenho dito.


http://static.livestream.com/chromelessPlayer/wrappers/TwitcamPlayer.swf?hash=2kgao


Ouvindo... The Charlatans: You’re a Big Girl Now

Publicado por Potingatu

Estudante de Língua Portuguesa e Linguística pela FFLCH - USP (2010-5), entusiasta e experimentador do máximo de artes que for possível.

%d blogueiros gostam disto: