Momento Poesia

O Cerne Dito verme, O cerne literário recebe, Um modesto usuário, A roedor classificado. Buscando a atenção, pretere, Nas palavras da intersubjetividade, Nos conceitos pedagógicos e na Beatricidade, O Quental, Antero antes que se sugere. Endividado com seu mental aspecto, O camundongo, submundo, em protesto, Busca seu espaço numa luz, distinto: A luz da faceContinuar lendo “Momento Poesia”