Momento Poesia

Áureos Tempos Enegrecidos ou Poesia de um Desapaixonado


Vazio? Não
Condição de tempos vindos
A ascensão da desemoção

Dito isto, considere
Emoções dúbias, a envaidece
Faz de toda ação um desagrego
E põe em xeque adorável apreço

Que diz deste infortúnio? Sim
Os tempos áureos se foram
E desalegrias a realidade se disponham

Sobram então as cruas nuâncias,
O sépia, o cinzento e o creme,
As cores que sempre desfazem em consonância
E o mundo em que sempre haja desafeta gente…


Vendo... Reapresentação do VMB 2009

Publicado por Potingatu

Bacharel e Licenciado em Língua Portuguesa (2010-7), FFLCH / FEUSP. Aspirante-a-mestre-acadêmico não-qualificado em Filología e Estudos do Discurso em L. P. (idem, 2017-8). Pesquisador juramentado diante do MCTI de Marcos Pontes e com préstimos ao 🇧🇷. Sigamos!

%d blogueiros gostam disto: