Momento Poesia

As Faces De Um Rio


Mares em que são desaguados,
Interiores em que são desviados,
Seguindo o curso da gravidade.

Faces de um RioAs pedras que nele desbarrancam,
Fagulhas que delas reclamam,
Constante e plena atividade.

Animais que dele fazem ambiente,
Plantas, algas, de funções conscientes,
Energia em fluxo de condutividade.

Tapajós, Mississipi, Rio Negro,
Amazonas, Nilo, Solimões, Tietê em desespero,
Perfil dos rios daqui e de toda nacionalidade.


Ouvindo... Coldplay: Yellow

Publicado por Potingatu

Bacharel e Licenciado em Língua Portuguesa (2010-7), FFLCH / FEUSP. Aspirante-a-mestre-acadêmico não-qualificado em Filología e Estudos do Discurso em L. P. (idem, 2017-8). Pesquisador juramentado diante do MCTI de Marcos Pontes e com préstimos ao 🇧🇷. Sigamos!

%d blogueiros gostam disto: