Momento Poesia

Tempo Que Se Foi


HumanasAdentra, base das idéias
Distantes, reclusas, irreais
Colocando ulcerosas ameaças recentes
Locando novíssimos alarmares em castanheiras.

Ao som do flautim, singelo
Abraça meticulosamente as relvas azuis
Que, não adiante, temem aturdir
Linhas inimagináveis audazes.

Juncos untados, lisonjeiros
Intrigam atrozes noções
Audazes prosseguem seu caminho
Desencadeando seu devaneio

Tomara amor manter ileso realidades etéreas sucintas
Amor levando inúmeros níveis entendidos
Contando sempre convenientes canções
Debruçadas nas soleiras do telhado de barro

Sinto ultimatos egressos levantando eternos ninhos
Brisas raivosas, uivos nunca amanhecendo
Sons que não se ouvem
Nem todas estas palavras surgindo

Por fim, conceitos obscuros contrapõem expectativas
No jogo das letras, juventude vencida
Às reticências interrompendo alegrias…


Ouvindo... Phil Collins: On My Way

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s