Causos de Longinqual de Preta Terra

Saiu em O Pasquim Local*

Quando achamos que não somos mais surpreendidos, novos escândalos acobertam nossa pacata população. Um deles diz respeito ao nosso ex-presidente da Associação de Bochas local, o já citado Coronel Dionísio Apolo. Não o acusando, mas sim inocentando-o. Acreditem, longinquenses!


Palavras do jornal de circulação municipal de Longinqual…

Ex-presidente da AB vítima de "maracutaia"

Após investigação sobre irregularidades nos eventos da AB, descobre-se que o Coronel Dionísio Apolo serviu inconscientemente como laranja de um esquema envolvendo forças políticas locais.

Por Karlos Rosáceo

Após uma comissão municipal de inquérito analisar os documentos em institutos de grafologia, os quais denunciavam desvio de honorários dentro da associação, a perícia contratada das "cidades miúdas" revela que as assinaturas citadas como do ex-presidente foram falsificadas.

O investigador do caso, Dr. Ariano Darko, em entrevista feita ao P do LPT, disse que "a técnica utilizada pelos falsificadores era muito avançada. Eles faziam uso de máquinas semelhantes as usadas na confecção de cédulas, que registravam nos papéis até a pressão da mão do autor". Segundo o Darko, "um furto realizado há alguns anos no Banco Central explica a aquisição de semelhante ferramenta", relatando o roubo de notas de emissão de novas impressoras de alta resolução, que não chegaram ao destino correto na época.

A perícia grafológica só permitiu saber desse fato ao analisar que as assinaturas eram extremamente semelhantes, "mais do que a exatidão humana possa permitir", comenta Darko.

Investigações mais profundas estão sendo feitas. Segundo alguns vereadores oposicionistas, o caso tornou-se conveniente para "manchar" a reputação política do candidato às eleições que o Coronel apoiava, o secretário de esportes local da gestão anterior Maurício Gianni (PMEB). Gianni, competidor austero de competições que carregava o nome da região no princípio dos anos 90, ingressou na política no início desta década, sempre dando apoio ao esporte local.

O vereador da oposição à atual gestão, Raul Fujiano (PUDS), argumentou na última terça-feira, em audiência, que tomou posse de relatórios que relacionavam eventos como as "buzinadas" e a bancarrota da gestão DA na AB como "empreitadas das forças políticas tradicionais para manterem-se no poder".

Dois gerentes recém-eleitos da AB serão interrogados semana que vem na comissão. Eles estão sendo indiciados pelos seus nomes estarem envolvidos nesses relatórios.

Coronel Dionísio Apolo, apesar da absolvição, não poderá ajudar financeiramente a campanha de Gianni. Seu patrimônio estava recolhido por ordem judicial quando do término do prazo para os candidatos locais apresentarem as fontes de recursos locais. Gianni contará apenas com R$ 300 mil para financiar sua modesta campanha, contra R$ 900 mil de Armando Junqueira (PFT) e R$ 1,3 mi do candidato da atual gestão, Jarbas Magalhães (MSOB).

Palavras dos taxistas locais, a categoria mais austera e mais bem preparada para falar de assuntos de tamanha seriedade:

– Bem que sabia, Mastodonte! Acho que querem desestruturar nossa infra-estrutura esportiva pro candidato da atual gestão, que só sabe coçar o saco na cadeira, vencer!

– Pensa que não sei? Envolveram até a polícia. Os elementos sujos dela até fizeram rebentos nas filhas do homem. Vão descobrir um monte de sujeiras na máquina pública local.

– Isso se eles quiserem!

– Bem você disse. Espero que essa oposição esteja levantando o dedo não só para se promover, mas para fazer coisa de verdadeira utilidade.

Palavras dos bilhões de eleitores longinquenses:

– Você viu? Sujeira na AB? Quem ‘tá de cara limpa? O coronel, ou os outros?

– Ah, é tudo a mesma merda! Quer saber? Vamos comentar daquela turma de fanfarrões? Quem eles estão apoiando?

– O Jarbas! E é nele que eu votarei.

– Ué, por quê?

– Sei lá! Pelo menos, o pessoal é animado. E vai que, se não votar neles, eles fiquem atazanando nosso sono…


Por isso, meus queridos, pesquisem antes de votar. Mesmo!

Ouvindo... Asia: Heat Of The Moment

* Os nomes, partidos e fatos aqui relatados são pura ficção. Qualquer semelhança com fatos verídicos será mera coincidência.

Publicado por Potingatu

Estudante de Língua Portuguesa e Linguística pela FFLCH - USP (2010-5), entusiasta e experimentador do máximo de artes que for possível.

%d blogueiros gostam disto: