O Vigésimo Sétimo Fonema: Vinte e Dois

Carta de Bárbara aos Leitores

Por Bárbara K. Svenska


"Prezada Comunidade Internética e amigos floripanos [sei não Bárbara, acho que não são floripanos…]

Como vocês já devem saber, estou de volta à nação da mistureba cultural, onde há Cidades D’Itália, da Catenária, das Praias D’uma Ilha… desta vez para ficar.

Já vi ontem a caricatura feita pelo meu amissíssimo chefinho, e achei ‘bunitinha’. Falem a verdade, não sou uma graça? Pena que houveram pessoas que não deram crédito a isso quando podiam, inclusive aquele tal ‘zifinjim’ luso-americano do Omar Neshkar. Encontrei-o, infelizmente, por esses dias e, quem diria, ele estava me cantando novamente, como se eu esquecesse de todo aquele ciúme como se fosse um nada. Será que tal criatura não percebe um palmo diante do nariz? Não o quero mais, e ele sabe bem disso. Mas desde que esse infeliz me encontrou novamente nos meus lugares de costume em Florianópolis ele, só por sua fétida presença já me incomoda. No entanto, como costuma dizer o poderoso chefinho, deixemos os maus acontecimentos à deriva do porto das preocupações.

Amigos, cuidaram bem das tartaruguinhas para mim? Espero que sim… Em breve venho buscá-las.

E para a Comunidade Internética, coloco meus préstimos de conselheira sentimental, coisa que coloquei em pauta num e-mail particular para o chefinho e o tal permitira a mim fazê-lo. Em melhores letras, o Brejo do Sapinho terá o seu espaço ‘Divã do Sapinho’ e você pode participar dele, enviando suas dúvidas para pjam147@hotmail.com , que em verdade é o mail do chefinho, que repassará as agoniantes dúvidas para mim, pois não vou ficar divulgando meu e-mail para tirar dúvidas sobre ejaculação precoce. Afinal, eu não sou médica! [e eu não sou Papai Noel para viver de saco cheio, embora pelo fluxo de visitas a este endereço seja tranqüilo, posso agüentar a pressão].

Abraços e beijos a todos (menos Omar) que me apóiam para prosseguir minha vida."

Bárbara Kastorsky Svenska

(Valeu novo Código Civil, por permitir que eu adotasse o sobrenome bonito de minha mãe que é filha de russos)


 Yes: Yours Is No Disgrace

Anúncios

O Vigésimo Sétimo Fonema: Vinte E Um

A Origem de Bárbara K. Svenska em minha vida


"Foi muito engraçado a primeira vez que conheci a tal criatura em questão. Foi acidentalmente, caindo num bate-papo, coisa que não faço desde que tinha a mênção de ser um Billy Gates enerdizado, onde arranjar papos com colegas da internet era considerar amizades confiáveis [quanta bobagem em que acreditava].

A Bárbara dirigiu-se a mim num diálogo totalmente cabeça. Pena eu não lembrar direito do que era [homem sempre esquece tudo]. Acredito que seja sobre gatinhos.

Então, com uns poucos dias a mais de papo, descobri uma coisa incrível: ela, nascida nesta Cidade da Catenária, cidade que tanto admiro. Poderia ser mascaração de identidade, sei. Mas no caso dela não era, pois suas palavras denunciavam a integridade dela.

Algum tempo depois, foi a hora de conhecer a cara da criança. Ela enviou-me a foto dela, e não negava a cara o humor que ela tinha [pena eu não poder publicá-la para vocês, mas ela pediu privacidade, e pela nossa virtual e confiável amizade, tenho que proceder assim]. ‘Ruiva, espivetada e espirituosa, tipo uma Grazi Massafera’ como apresentei minha impressão da criança.

E a história pessoal dela, muito tocante. Mas deixemos que ela, quando queira, possa contá-la [a Bárbara é assídua leitora das minhas colunas]. E no mais, que nossa amizade transponha as limitações binárias, sempre e sempre."


 Tears For Fears: Woman In Chains

Notas-Bobagens


Receita para um antiesfoizóide [elemento rejuvenescedor das glândulas ptuitárias e fluzonífeas da pele].

  • Triptofano de chumbo – um elemento que só ocorre no fundo das escavações de crateras de Metrô Paulista ou Carioca;
  • Malfelalato de Zircônio – ocorre nas longínquas crateras naturais de Pompéia;
  • Resfarelato de biscoitinus recheadis – farelos do biscoito Balechitos, adquiridos no Valmártir;
  • Amidus mandiocalis – aquilo que se adiciona na papinha dos bebês para ficar parecendo creme rosée;
  • Torvelinhus amnesialis – farinha Torvelo, cortesia da Loreleine de Pink FreuD. Essa farinha super-especial possui muitas propriedades esfoliantes e curativas;

Modus Operandi

Apenas misture todos esses ingredientes poeirentos em uma vasilha com água (monóxido de 2-hidrogênio) e agite a gororoba [digo, mistura escaldantemente impugnante] até estar em estado de creme verde-limão-orelhão-paulista. Deixe descansar por 3,6 minutos e aí pode-se aplicar na pele.

Os resultados são maravilhosos. Mas eu ainda não experimentei…


 B-Negão: Enxugando Gelo

Bárbara Dialoga

Por Bárbara K. Svenska


"Finalmente o Terrinha extinguiu essa idéia de AI-27. Agora tudo fica mais fácil.

Oi, pessoal, tudo bem? Sentiram saudades de mim? Pois é, também senti a de vocês.

E agora a distância encurtou: estou de volta à Nação da Buchada de Bode e do Baião pra Dois, acho que chamam assim [não Bárbara, é Baião de Dois]. O período de estadia minha na Rússia, apesar de ser curto – não levou nem seis meses direito – foi muito aproveitável, em meu serviço na loja lusitana lá em Samara. Calorzinho bom aquele do aquecedor central, dava até para arriscar um vestuário mais tropical… pelo menos até abrirem a gélida porta de entrada. Uhhh… já fico até arrepiada.

Mantive um contato regular com o poderoso chefão do Brejo do Sapinho a e-mail tradicional. E me abriu a curiosidade sobre esse Solo Sagrado que ele diz ter passado uma experiência incrível. Ele diz ter ficado feliz pela minha volta, logo no início do ano, e espera conhecer-me o mais rápido possível. Pena que estou recomeçando minha vida aqui em Floripa, quase do zero, com a ajuda dos velhos amigos e do (não contem a ninguém, tá amigas?) meu querido-que-não-sabe-que-é-querido hispânico (e como ele não é, ele não imagina que é meu gato). Saudades desse pessoal também… confesso.

Vou retomar meu superior de letras, e quem sabe em breve, venha com uns contos de ficção bacana para preencher esse espaço abarrotado de filosofias (não ligue, chefinho) [tudo bem… quase todo mundo critica mesmo meu ato de filosofar, já estou acostumado].

Ah… e bom ano a todos."


Pra você também, querida Bárbara.

 Pearl Jam: 1/2 Full

O Vigésimo Sétimo Fonema: Vinte

Filosofando com os Sapos


"Existem horas que, enquanto aqui escrevo, observo meu amigo sapo, verde e peludo, o Uílto.

O que será que ele está pensando?

Qual seria sua atitude diante de tudo o que ocorre dentro deste quarto no qual vos escrevo? Fico a pensar, se ele fosse verdadeiramente e além de minha fértil pseudo-percepção de mini-comportamentos almáticos [a existência de uma alma não-orgânica] nas pelúcias, o que ele me diria vendo tudo à sua existência. Bom… com certeza ele diria: ‘É sempre a mesma coisa? Que tédio!’

Mas eu acho que ele, sabendo das limitações existenciais de pelúcia e enchimento que o compõe materialmente, lhe renderia uma atitude mais Freudiana, servindo de desabafo das minhas considerações filosóficas. Uma espécie de resposta automática às minhas questões metafísicas e imaginárias; um quê de sabedoria chinesa, cujas as respostas não se encontram dentro do filósofo, mas do ambiente que o cerca.

Seria interessante estar no lugar dele… não se preocupar com as impugnações da sociedade, como as que vivemos hoje e que fazem de nossas vidas profissionais e pessoais verdadeiros arcabouços cotidianos. Estar num estado de alfa com os nossos próprios pensamentos, ver as coisas passivamente a fim de almejá-las concretamente. Bom… não digo isso do sapo, mas de mim tal como a função dele de ouvinte onisciente, curtidor de Yes e Genesis, que podem estar tocando indefinidamente aos seus ouvidos.

Mas, observo mais uma vez, e vejo um sapinho de pelúcia, enclausurado numa estante, vendo a pouca movimentação deste ambiente de quarto onde nada mais que o silêncio bucal e os ruídos externos de pardais permeiam um ambiente que chega a determinados momentos, escapar do estigma tempo-espaço e se tornar um cantinho de confissões abstratas daquele que observa respondosamente ao pobre sapinhho."


 Yes: Leave It

 

Novo Leiaute

Da redação do BS


Nosso espaço está modificado. Os links para as diferentes formas de expressão do espaço agora encontram-se apoiados sob o título e as ferramentas de divulgação e acesso via RSS estão localizadas sob a última entrada recente exibida em nossa homepage.

Estamos sempre pensando na praticidade de tê-lo como nosso leitor.


 Fatboy Slim: The Joker