Soltando os Verbos


Fonte:  O Globo Online.

"Não quero fazer mênção ao complexo de lapso de memória que o brasileiro é acometido em épocas de eleição, mas o que há conosco [e, lógico, posso estar incluído nesta hipótese]?

Será que somos tão piedosos a ponto de salvaguardarmos nossos queridos amigos do ‘tapinha nas costas’ eleitoral?

Será que a crise política recente faz com que esqueçamos escândalos anteriores. Ainda mais numa época em que vemos o acesso maior da tevê via satélite-aberta e o acesso aos canais políticos torna-se mais visível?

Ainda mais: por acaso nos agradam os chamegos publicitários para votarmos neles, ou será que votamos neles por serem tão chatos a ponto de incomodar.

Falo assim dos eleitos envolvidos nos escândalos do mensalão. A maioria voltou para a casa nacional…

Um caso muito peculiar de reeleição afere-se a um certo sujeito aqui, de minha querida Cidade D’Itália, a Cidade da Catenária, beeem comentado por um recolhimento não-justificado por sua esposa de cerca de cinqüenta mil [talvez muitos dos que leiam isto já imaginem de quem estou falando].

Eu pude ter o [dez?]prazer de vê-lo e cumprimentá-lo, e o [vinte!!!]prazer de dizer que irei fiscalizar seus passos na Casa Nacional… ai dele se derrapar novamente e este blog possuir repercussão, afinal em quatro anos o talvez reeleito presidente Camarão possa criar o programa Computador Mil, e sertaneiro irá usar o serviço de Meio… E meio de Jegue."


"Não fique com medo"

 Oasis: Stop Crying Your Heart Out

Publicado por Potingatu

Bacharel e Licenciado em Língua Portuguesa (2010-7), FFLCH / FEUSP. Aspirante-a-mestre-acadêmico não-qualificado em Filología e Estudos do Discurso em L. P. (idem, 2017-8). Pesquisador juramentado diante do MCTI de Marcos Pontes e com préstimos ao 🇧🇷. Sigamos!

%d blogueiros gostam disto: